Notícias

SINDISCAM reitera pedido de profissionais para Educação Municipal

O SINDICATO PROFISSIONAL DOS FUNCIONÁRIOS E SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CAMPO MOURÃO – SINDISCAM reiterou nessa quinta-feira, através de ofício à Secretaria da Educação do Município, pedido de mais professores e funcionários para os Centros Municipais de Educação Infantil e Escolas Municipais. Em 22 de fevereiro desse ano, o sindicato já havia protocolado documento semelhante.

“Fizemos um levantamento preliminar e extraoficial e percebemos que ainda faltam profissionais para a educação municipal”, aponta Dione Clei Valério, presidente do SINDISCAM. Para o SINDISCAM hoje estariam faltando cerca de 30 Professores e Especialistas da Educação, 30 funcionários (Auxiliar de Serviços Gerais, Escriturários, Cozinheiros) e 20 estagiários.

Para a entidade, a falta de profissionais acarreta sobrecarga de trabalho e o não cumprimento da legislação da hora-atividade, como também, condições inadequadas de trabalho, e por consequência, prejuízo à aprendizagem dos estudantes e para a qualidade social da educação.

Diante da situação, o SINDISCAM reivindica a efetivação do direito dos professores de 20 horas em ampliar sua jornada de trabalho para mais 20 horas (direito garantido no Plano de Carreira do Magistério Municipal Lei nº1837/2004), chamamento de concurso público, e realização imediata de novo concurso para professores e especialistas e servidores do quadro geral. E por questão de emergência, estagiários para ajudar no cuidado de alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil.

CONDIÇÕES DE TRABALHO

Nas condições de trabalho, o sindicato reivindicou a ampliação de materiais pedagógicos, de recursos tecnológicos e de mais material (e de boa qualidade) para execução dos trabalhos de cuidado com a limpeza do meio ambiente escolar.

Compartilhe nas suas redes sociais!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Confira nossas últimas postagens