Notícias

Após paralisação e assembleia, servidores rejeitam proposta do Executivo

A paralisação realizada pelos Servidores e Servidoras Municipais da ativa e aposentados e pensionistas, na tarde de hoje, dia 15 de abril, terminou em uma assembleia geral da categoria. Os presentes decidiram por não acatar a proposta apresentada pelo Poder Executivo.

A proposta trazia o pagamento da inflação de 3,89% para junho de 2019, com a novidade do retroativo acumulado sendo pago em janeiro de 2020. Também houve alteração da resposta e acordo já decidido do retroativo de 2017, que já estava acordado que seria de abril a agosto desse ano, mas na resposta de hoje foi apresentado maio a setembro.

Para o presidente do Sindiscam, Dione Clei Valério, a decisão da categoria é soberana e mostra que querem o respeito da administração. “A categoria não aceita o não cumprimento da data-base em março. Vamos oficiar novamente, dizendo o que a categoria decidiu nessa paralisação e aguardar o posicionamento do prefeito. Também vamos acionar a nossa assessoria jurídica e buscar os nossos direitos”, acrescentou. Dione afirma que também irão buscar o apoio do Poder Legislativo.

A diretoria do Sindiscam, juntamente com a comissão da data-base, deverá se reunir em breve para decidir as próximas ações.

Compartilhe nas suas redes sociais!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Confira nossas últimas postagens