Notícias

23 de abril de 2019

Sindiscam protocola ofício com decisão da categoria

O Sindicato dos Servidores Municipais (Sindiscam) protocolou nesta segunda, dia 22 de abril, ofício com os encaminhamentos deliberados pela categoria. Os servidores definiram em assembleia no último dia 18 as negociações da data-base 2019.

Mesmo contrariados e se sentindo sem a valorização mínima que merecem, os servidores aprovaram a reposição da inflação de 3,89% para o mês de junho/2019 e os retroativos dos meses de março a maio/2019 para o pagamento em janeiro de 2020. Já o retroativo de março a agosto de 2017, será pago nos meses de maio a setembro deste ano.

O documento traz também o aceite do reajuste do auxílio alimentação que irá para R$ 230,00 (duzentos e trinta reais), inclusive com a política que nenhum servidor perca o benefício, assim parte do magistério que recebe, o acréscimo será de 3,89% somados com mais 2% da avaliação de desempenho.

O Sindiscam ainda aponta no ofício que ano que vem voltará a solicitar a inclusão do recebimento do auxílio alimentação para novos servidores. Igual aconteceu no ano de 2018, mas que nesse ano infelizmente, não foi atendido o pedido, sem planejamento da Administração Municipal. Assim, espera que no futuro, todos sejam contemplados com o benefício.

Traz ainda no documento que nenhum tipo de assédio, perseguição, punição ou desconto nos vencimentos sejam realizados para aqueles que estiveram em frente ao Paço Municipal no dia 15 de abril para a paralisação e assembleia. O Sindiscam entende que como ainda não estavam concluídas as negociações da data-base, que é no mês de março, as ações foram necessárias.

Para o presidente do Sindiscam, Dione Clei Valério a categoria permaneceu unida, ponderou diversas situações e fez o possível. “O primeiro documento apresentado pela Administração era vergonhoso, apresentamos contraproposta, pedimos melhora, fizemos pressão, conseguimos avançar. Ainda não foi dessa vez que tivemos o respeito, mas vamos continuar exigindo a valorização e o respeito que os servidores, aposentados e pensionistas merecem”, destacou Valério.

O Sindicato deixa em aberto que o diálogo para possíveis tratativas sobre algum dos outros temas que não foram atendidos possa ocorrer. Afinal, todos os servidores buscam a melhora na qualidade do serviço prestado e no atendimento à população.

Assembleias, Data-base, Todos
Um comentário
  1. Lamentável
    Desunião da classe de servidores
    E nós aposentados não temos nada mais q os 3e pouco
    Não temos vale alimentos
    N temos nada. Decepção
    Eu concordaria partiria p greve
    Com essa administração do vai na pressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *