Notícias

16 de março de 2021

Sindiscam solicita retirada de Projeto que estabelece Educação como Serviço Essencial

O Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Mourão enviou hoje, 16 de março, ofício à Câmara de Vereadores solicitando a retirada do Projeto de Lei que estabelece a educação como Serviço Essencial. A solicitação leva em consideração o agravamento do contágio da Covid-19 e o risco que as atividades presenciais oferecem para professores/as, funcionários/as, alunos/as e familiares dos/as estudantes/as.

No Ofício, o Sindicato elenca 15 motivos pelos quais norteiam sua posição contra a proposta. Entre eles, a situação crítica que se encontra as ocupações de leitos no Estado, a nova variante que oferece mais risco a jovens e também o entendimento de que a Secretaria da Educação e o Comitê Municipal de Volta às aulas estão em constante análise da situação municipal. 

O PL que visa garantir a Educação como essencial, e que as atividades serão presenciais e não estarão sujeitas a interrupções ou suspensões. A Proposta é de autoria do Vereador Márcio Berbet (PP) e atualmente aguarda parecer jurídico da Casa.

A Presidente do Sindicato, Angela Cristina, afirma que o debate neste momento não vem colaborar com a educação. “O trabalho educacional sempre foi prioridade, os professores municipais sempre dão o melhor para que a educação ocorra, mas esse projeto, neste momento, é apenas para atrapalhar e colocar em risco a vida de milhares de pessoas”, afirmou.

Educação, Todos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *