Notícias

22 de fevereiro de 2021

Sindiscam tem se mobilizado para garantir condições de trabalho a servidores/as municipais

O Sindiscam (Sindicato dos Servidores Públicos de Campo Mourão) tem enviado ofícios visando garantir condições de trabalho e preservação da vida dos/as servidores/as municipais neste momento da Pandemia. Entre os documentos, a manifestação contrária à volta das aulas presenciais, o pedido de manutenção do horário de trabalho nas Unidades de Saúde e a solicitação de compra de vacina para todos/as servidores/as municipais.

O Ofício nº 15/2021, enviado nesta segunda (22) à Secretaria da Educação, a solicitação é o não retorno das aulas presenciais escalonadas da Rede Municipal de Ensino. O documento traz inúmeras comparações e argumentações, bem como relembra os argumentos usados para adoção das aulas remotas no ano passado. Ao todo, são 14 os motivos listados como justificativas para a posição tomada pelo Sindicato, entre eles, o aumento de casos e alto índice de contaminação no mês de fevereiro.

No Ofício nº 16/2021, também enviado nesta segunda (22) e endereçado a Secretaria de Saúde, pede a manutenção dos horários já estabelecidos desde o início da pandemia, para evitar assim maior disseminação do vírus. Atualmente, os servidores da Saúde estão cumprindo suas horas ininterruptamente, em escalonamento de atendimento.

No dia 26 de janeiro, no Ofício nº 08/2021, o Sindicato solicitou que o município, assim que disponível, providencie a compra de vacinas para todos/as os/as Servidores e Servidoras, que ainda não foram contemplados com a vacina através do SUS, principalmente aqueles/as que fazem atendimento à população.

Todos os ofícios são assinados pela presidente da entidade, Angela Cristina, que afirma que o Sindiscam tem se mobilizado para garantir condições de trabalho e saúde de todos/as. “Nesse momento temos nos colocado ainda mais na defesa da vida dos servidores, garantindo o respeito a sua vida e seus familiares, temos atuado diariamente recebendo denúncias, acompanhando e fiscalizando, sempre em defesa de nossa categoria”, finalizou.

Todos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *