Notícias

21 de abril de 2021

Sindiscam condena fala desrespeitosa de Ricardo Barros

Em nota púbica o Sindiscam emitiu nota pública de repúdio a respeito da fala do deputado federal Ricardo Barros (PP) em entrevista à CNN, na manhã de 20 de abril de 2021, em que criticou os profissionais da educação.

O Sindiscam apresenta na nota pública o repudio as declarações do deputado e ressalta a importância do trabalho das educadoras e educadores pela educação e pelo desenvolvimento da nação.

NOTA PÚBLICA DO SINDISCAM

O Sindicato Profissional dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de Campo Mourão (Sindiscam), diante da entrevista do deputado federal Ricardo Barros (PP/PR), líder do desgoverno Bolsonaro na Câmara Federal, concedida no dia 20 de abril, à rede de televisão CNN Brasil, onde apresenta críticas incabíveis aos professores e profissionais da educação. O Sindiscam apresenta aqui seu repúdio diante das declarações do referido deputado.

Em que pese o descaso dos governos com a educação, os profissionais da educação de Campo Mourão e do Brasil, desde sempre, tem atuado por oferecer um ensino de qualidade para todas e todos. E nessa pandemia da covid 19, as educadoras e educadores se desdobraram para realizar essa tarefa. Inclusive extrapolando sua jornada de trabalho e atendo estudantes, familiares e escola fora do seu horário de trabalho. Em nenhum momento deixaram de cumprir suas obrigações com a educação.

Ao atacar de forma desrespeitosa os profissionais a educação o referido deputado presta um desserviço ao Brasil e aos Brasileiros. A educação, seus profissionais, são de enorme importância para o desenvolvimento do ser humano e da nação.

Sem a valorização da educação, e dos profissionais da educação, o Brasil tende a continuar estagnado no desenvolvimento humano, econômico e social.

Campo Mourão, 21 de abril de 2021
Diretoria do Sindiscam

Todos
Um comentário
  1. Danieli Patricia da Silva 21 de abril de 2021 at 18:28 Responder

    Parabéns por estarem sempre na defesa e valorização dos servidores públicos, que não medem esforços para dar seu melhor ao servir a população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *